sábado, 18 de fevereiro de 2012

Quanto ganha um eletricista?


Quanto ganha um eletricista?

Um eletricista pode ganhar bem ou não, tudo vai depender de alguns fatores como: tempo de experiência, empresa onde vai trabalhar, nível de cargo que vai exercer na empresa, ou se autônomo.
A profissão de eletricista hoje em dia é bem comum porém além de ser uma profissão de risco é uma profissão que exige um nível de ex periência e técnica razoavelmente elevado para que realmente se ganhe bem neste ramo. Principalmente porque muitos "faz tudo " da vida oferecem sempre um preço menor do que os eletricistas specializados, fazendo com que os profissionais mais sérios e especializados na área não consigam se manter no mercado por muito tempo pois perdem constantemente serviços para os pedreiros e faz tudo da vida, acho isso muito injusto pois eletricidade se não for feito por alguém competente e honesto oferece grandes riscos aos usuários.
Um pouco de sorte, dedicação, estudo, contatos e uma excelente idéia ajudam e muito quando se escolhe qualquer ramo de trabalho para exercer.
Um bom eletricista com um cargo de eletricista chefe ou próximo disso ganha em torno de 900 a 1500 reais de salário quando se trata de uma empresa grande e de uma carreira bem sucedida lá dentro.
Já um autônomo pode ganhar de 3.000 a 10.000 por mês sendo esses valores muito variados de mês para mês, ou seja praticamente tudo influencia nestes ganhos: o período que um eletricista auônomo consegue trabalhar bem é de depois do carnaval até início de novembro, nos mêses subsequentes há uma redução significativa na entrada de serviços é onde o profissional liberal te que se proteger economizando no período de bons ganhos.
Um eletricista contratado tem suas vantagens e desvantagens, assim como o profissional liberal, quando se está trabalhando registrado você tem a segurança de um registro na carteira, se acontecer algum problema de saúde pode se encostar, ou qualquer problema que tiver você tem o resguardo do fator registro em carteira. Em compensação tem que obedecer regras da empresa, horários, tem que se submeter a chatices e perseguições muitas vêzes pelos próprios companheiros de trabalho e do chefe.
Já o autônomo tem menos segurança quanto à acidentes, a não ser que pague o inss por conta própria e faça algum tipo de seguro que cubra acidentes e tal.
Mas em geral é bom trabalhar como autônomo pois você tem tempo livre para fazer algumas coisas que goste, não deve satisfação para chefes nem companheiros de trabalhos te encherão a paciência nem te perseguirão, as únicas pessoas que tem que aguentar são seus clientes e a sí mesmo.
É claro que você tem que ter um bom senso e ter regras próprias que precisa aplicar em você mesmo para não deixar nenhum cliente insatisfeito ou na mão, ou até mesmo não brigar com um cliente chato.
Quando se trabalha por conta é normal ter uma certa preguiça de vêz em quando e você acaba muitas vêzes cedendo a essa preguiça e vai mais cedo para casa, ou rejeita algum serviço que vê que vai dar muito trabalho e pouco lucro, e ssim por diante, por isso tem que ter regras e ser bem objetivo para que esas e outras coisas não afetem o teu desempenho e sua carreira como profissional liberal. É um trabalho de formiginha, porque demora muitos anos para que você conquiste seus clientes o suficiente para se manter, se tem algum outro tipo de renda tudo bem, ou alguém o ajude financeiramente até que possa caminhar com suas próprias pernas, caso contrário seria melhor optar pelo registro em carteira é  mais seguro e terá o dinheiro necessário no final do mês para cumprir com suas obrigações financeiras.
Alexandre Cordeiro
eletricista  há 8 anos.
(13)30173333 / 9128-4314 Santos e região

16 comentários:

  1. trabalho com o meu marido que é eletricista e concordo que como profissional liberal tem que ter muita paciência e disciplina senão dá tudo errado,mas pela parte financeira tem suas compensações apesar de ter que lidar com profissionais que querem pegar tudo o que vier pela frente e que não se dão conta de não se deve fazer com os outros o que não querem que façam com eles.continue escrevendo gostei muito do seu post.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal mesmo, Eu Tenhu 16 anos e tou querendo Trabalhar com isso, Sera que é Uma Boa ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah meu querido, tudo vai depender de "n" fatores, que irão influenciar na sua carreira, seja lá qual for, o mais importante é tentar ao máximo descobrir do que realmente gosta, sabe eu até hoje sofro por ser autonomo, tem altos e baixos, as vêzes tenho dúvidas do tipo: poxa será que eu sou feliz quando alguém me pergunta o que sou ou a minha profissão e vc responde: sou eletricista, ter que responder a estas questões muitas vezes vc sente se realmente é isso que vc quer, é claro que ninguem tem que ficar em uma profissão a vida inteira, se não está bom pra vc , pode muito bem tentar outra coisa, até achar o que realmente te satisfaça interiormente e também as suas necessidades financeiras. OK/ Boa Sorte, ah uma dica, seja qual caminho a seguir sempre peça à Deus que esteja à frente, vai te ajudar a não cair em tantas ciladas que há na vida ok? Abraço e disponha

      Excluir
  3. Cara adorei seu post, sou formado eletricista pelo Senai e sempre gostei de trabalhar com instalação residencial, hoje em dia trabalho como técnico eletronica em uma média empresa e faço vários bicos como eletricista nos fins de semana, agora estou muito afim de sair do meu emprego e assumir de vez o ramo de eletricista, porém com objetivos, um deles seria montar minha empresa de instalação e projeto elétrico já que vou me formar engenheiro elétrico no meio do ano que vem, como minha esposa tambem trabalha e ganha muito mais do que eu atualmente eu me sinto um pouco mais seguro em arriscar em uma coisa própria, porém tenho algumas dúvidas espero que possa me ajudar tipo quanto comprar para executar os serviços, se deve cobrar por hora ou por trabalho executado, e qto dá para tirar mais ou menos por mês sendo autonomo? espero que possa me ajudar e novamente parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disponha, me pergunte aqui mesmo ou pelo meu email: xandre_21@hotmail.com ou fortvolt@hotmail.com, um abraço.

      Excluir
  4. Olá José Lages Filho, eu ainda não tive tempo de elaborar uma tabela, e nem sei se vou ter,,rssss
    mas vou passar alguns preços de itens básicos dos serviços que mais costuma entrar .aqui na baixada Santista, principalmente em Santos.

    Primeiramente eeu uso um critério básico para orçamentos (orçamento eu não cobro)
    quando receber uma chamada tente mastiga la o máximo possível, por exemplo:
    "Ola eu me chamo fulana, e peguei seu telefon com um amigo, ou na internet, ou jornal etc, estou com problema na parte elétrica da casa, e meu chuveiro parou de funcionar derrepente".
    "você: Oi bom dia, sim eu posso ajudá-la, eu cobro uma visita mínima de (R$40,00 preço praticado por mim aqui), se acaso o serviço não passar de uma resistência queimada ou um disjuntor desarmando, agora pode ser que o problema seja mais sério e não posso te passar o preço porque só saberei depois que averiguar e calcular o tempo que vou gastar para consertar e o tipo de serviço que será feito, ok?

    Então a cliente já está ciente de que será cobrado um valor mínimo de 40 reais caso o problema seja simples, e que passando disto o preço será dado após a verificação, lembrando que se fizer o serviço básico (troca da resistência e só) cobrará os 40 reais, caso seja mais serio o problema e o valore chegue por exemplo a R$ reais pois teve que trocar a resistência, fazer uma emenda em um trecho do circuito pois aqueceu neste ponto, e trocar um disjuntor por exemplo, ai vc só cobra os cem reais e esquece os quarenta, porque já est´aembutido ok?

    bom acima te dei uma idéia de atendimento:

    abaixo alguns preços básicos que pratico em Santos:

    instalação:
    ventilador de teto: (modelo simples com uma lâmpada): R$40,00 (sem dar o fio se precisar passar)
    " R$50,00 (dando o fio que usar)
    ventilador de teto: (mais sofisticados com mais d e1 lâmpada): R$50,00 ( opção A)
    " R$60,00 (opção B)

    chuveiro instalação: (modelos simples, maxi ducha, duchinha coronha, etc): R$40,00 (visita mínima)
    " (modelos diferentes: evolution ou similares): R$50,00
    luminárias em geral:
    2x40 sobrepor: ( se for 1 peça) cobre o valore de visita mínima: R$40,00)
    (mais de uma peça ai cobre por valor unitário: R$15,00 a R$20,00 por luminária dependendo do cliente ou situação os preços você pode reduzir ou aumentar)
    2x40 embutir :( se for 1 peça) cobre o valor R$50,00, pois tem que marcar medir e abrir o buraco para o encaixe da luminária.
    2x40 embutir (mais que uma): cobre unitário de R$30,00 por luminária (pode mexer nos preços de acordo com o cliente, situação, e sua opnnião ok?

    tem gente que me chama pra troca uma lâmpada queimada, fico até sem jeito de cobrar a visita mínima e dou um descontinho nela., mas sempre deixe bem claro isto antecipadamente por telefone, que trabalha com visita mínima.

    tem que relevar porque o importante é vc mesmo que seja pra trocar uma lâmpada vc agrade o cliente e passe uma boa impressão, e lembre se que está entrando na casa do cliente e fazendo um primeiro contato que pode durar a vida toda e gerar mais serviços na casa dela ou ela pode te indicar para outras pessoas.

    eu vou aperfeiçoar esta tabela que fiz agora na raça sem consultar nada nem minhas coisas, vou aos poucos atualizando a e te mandando pode deixar porque até mesmo eu aprendo e aperfeiçoo meus preços a todo instante , ok? desculpa eu não ter colocado mais itens, mas colocarei mais assim que eu puder e ja te mando, me manda uma relação básica sua do que vc mais faz ai que em cima disso eu também trabalho a minha tabela, se tiver seus preços me mande também,,,agradeço.

    Alexandre

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo. Gostei muito desse seu tópico.
    Kara, vou começar no dia 22/04 o curso de eletricista de rede de distribuição bt e mt. Gostaria de saber se essa área, é bem remunerada, ou se me aconselha eu ir p/ o ramo predial ou industrial. Há, começarei eletrotécnica no começo do mês 7.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estude o máximo que conseguir, toda área pode ser bem remunerada, o que vai garantir isso será o quanto você se dedicará e se o que vier a fazer lhe agrada, ou seja você tem que fazer algo que goste, mesmo que o que escolha talvez no início não lhe traga resultados como você esperar, mas perseverando pode chegar muito longe e ser muito satisfeito com a profissão que escolher. Conhecimento nunca é demais.

      Excluir
  6. SAI DESSA RAFAEL. SOU ELETRICISTA A 3 ANOS,EMBORA SEJA UM TRABALHO TÉCNICO É UM TRAMPO BRAÇAL E QUANDO SE USA UM UNIFORME AZUL (NO MEU CASO LARANJA POR CAUSA DA COR DA EMPRESA ACELOR MITTAL KKKKKKK)VOCE NÃO É RECONHECIDO DIFERENTE DE QUANDO SE USA UM UNIFORME BRANCO,MEU IRMÃO É TÉCNICO EM METALURGIA NA MESMA EMPRESA E OUTRO TIPO DE RECONHECIMENTO EU SOU TÉCNICO TAMBEM MAS SOU NADA MAIS QUE UM PIÃO LÁ DENTRO E TUDO ISSO PELA COR DO UNIFORME SE VOCÊ GOSTA VÁ MAS FAÇA ENGENHARIA E ESTUDE PORQUE EM TODAS AS AREAS QUE VOÇE ATUAR MEIO QUE EXISTE UM "PROTOCOLO "A EXECUTAR ALGO FACIL DE APRENDER JA NA AREA ELÉTRICA É UM MUNDO EXTREMAMENTE COMPLEXO E MALUCO!!!
    UM EXEMPLO NO TÉCNICO COMEÇARAM 50 PESOAS E SÓ SE FORMAM 10 OU 15
    MAS TENHA FÉ KKKKKKKKKKKK
    PS: ESTOU FALANDO DE ELETRICISTA INDUSTRIAL NÃO ELETRICISTA PREDIAL (INSTALADOR)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora cada um tenha sua opinião, e respeito isso, eu particularmente penso que não é uma profissão, nível de cargo, ou cor ou tipo de uniforme que garante o sucesso de alguém, uma carreira ou estabilidade profissional etc. Acredito que é possível sim qualquer um seja em qualquer área de atuação, possa ser plenamente feliz e alcançar suas metas de vida através da sua profissão.
      Eu por exemplo tracei meus próprios projetos e planos para ter uma certa estabilidade como eletricista e me sinto completamente satisfeito.
      Porque não é a cor de uniforme, profissão ou faculdade que lhe fará chegar em algum lugar, mas sim sua força de vontade, dedicação, paciência e persistência, e claro competência também, se possível junto com muito estudo e se manter acima da média os resultados chegam mais cedo e chegará ainda mais além.
      Digo mais, ninguém nasce rico, ou já nasce em um topo alto, ou se forma e já tem tudo garantido, tudo tem suas etapas, degraus, uma trajetória que claro muitas das vezes vestir um uniforme de "pião" no início faz parte, pois é na dificuldade e "lá" em baixo é que ganhamos conhecimentos e preparo indispensáveis para que quando estivermos "lá" em "cima" consigamos tratar com dignidade quem ainda está usando um uniforme azul ou laranja.
      Boa Sorte a todos.

      Excluir
  7. Quem for trabalhar por conta, nossa empresa cria sites para eletricistas profissionais liberais, custo R$ 29,90 mes, www.g7website.com.br, no google existem diversos profissionais autônomos trabalhando na area. (11) 2626-1095

    ResponderExcluir
  8. Olá Alexandre, estou em busca de uma profissão e me interessei bastante por eletricista... Como não tenho muita experiencia no assunto queria fazer um curso pelo SENAI... aqui na minha cidade tem Eletricista instalador residencial e industrial gostaria de saber se você já ouviu falar e oque acha desses cursos se ajudam etc... Estaria em busca de uma carreira como autônomo. Desde já agradeço.

    douglas_ziviani@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo todo e qualquer curso que estiver disponível, Senai é uma excelente opção, mas não é tudo, depois que terminar o curso, se realmente deseja atuar no ramo deve imediatamente começar a trabalhar na área, preferencialmente em alguma empresa ou com algum profissional que já tenha muita experiência, pois será assim que você completará seu conhecimento teórico e será de fato um profissional.
      antes de iniciar a trajetória como autônomo se informe bem na sua região como se comportam quem já trabalham assim, pois como já expliquei no post principal, tem seus prós e contras, basta vc decidir o que quer pra sua vida e boa sorte.

      Excluir
  9. sera que não existe uma lei que impede os não- proficionáis de atuarem no setor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No setor de instalações e serviços relacionados a engenharia civil, elétrica dentre outros, há somente as normas técnicas a serem seguidas, mas falando de pequenos serviços, de profissionais autônomos, a grande maioria faz do seu próprio jeito, conforme aprendeu com alguém, ou curso etc,.No nosso país não existe muita fiscalização voltada para pequenos serviços.
      A única forma de um consumidor qualquer ter uma mínima garantia de que o serviço irá ser concluído sem maiores problemas ainda é o famoso "boca-a-boca", pois normalmente quando um profissional faz um excelente trabalho e supre a expectativa de quem o contrata, vai ser indicado com certeza a outras pessoas, isso é muito importante nos dias de hoje.

      Excluir